sexta-feira , 26 fevereiro 2021
Capa » Artigos Técnicos » Prestes a ser maior economia global, China tem desafio de mudar status na gestão de qualidade

Prestes a ser maior economia global, China tem desafio de mudar status na gestão de qualidade

Por Ivan Gonçalves

A expansão da China nos impressiona com seu real crescimento no mercado global. Artigos e reportagens com especialistas na área da economia internacional apontam 2028 como o ano em que o país asiático se tornará a maior economia do planeta, independentemente dos impedimentos políticos que países como os Estados Unidos, por exemplo, tentam lhe imputar.

Embora ainda seja conhecida como uma nação que desenvolve produtos com baixo índice de qualidade e pouca confiabilidade, a China tem projetos que propõe a mudança desse status quo e a construção de uma nova imagem no mercado internacional. Se falarmos em termos de qualidade, o projeto Made in China 2025 é o bastião dessa grande mudança.

Agindo através da qualidade

Notadamente, o mercado chinês tem dado atenção ao aprimoramento do controle de qualidade de seus produtos. Essa decisão tem como objetivo potencializar os negócios com mercados ultramar que, mais evoluídos em termos de qualidade, rejeitam maciçamente os produtos chineses devido à falta de atendimento aos requisitos contratados. Nas palavras do cliente: “estou devolvendo o produto porque não foi isso que comprei. ”

Paralelamente ao controle de qualidade, a China investe na melhoria de seus processos produtivos e no tratamento de reclamação de clientes reduzindo custos de retrabalho e desperdícios associados.

Muito embora seja o país que mais emite certificações de sistemas de gestão da qualidade no mundo, a China ainda apresenta práticas que trazem descrédito em termos de gestão da qualidade.

Counterfeit certificate

É possível acreditar que uma empresa pode forjar um certificado para seu sistema de gestão da qualidade tal qual um falso acadêmico apresenta um diploma de formação? A prática de adulterar um certificado já foi identificada em empresas chinesas e contribui largamente para a desconfiança daqueles que buscam produtos e serviços críveis nesse mercado em expansão.

Paper-worked certificate

No Brasil existem empresas de consultoria que propõe a implementação de sistemas de gestão da qualidade em 60 e até 90 dias. Através de um trabalho que prostitui a gestão da qualidade, essas consultorias “montam” toda a documentação necessária e realizam treinamentos “how to answer”, certificando a “empresa cliente”. Na China os prazos são ainda mais exíguos. Consultorias preparam a empresa e garantem a “certificação” em apenas 30 dias.

Embora seja desnecessário citar a coparticipação irresponsável dos organismos de certificação que validam essa prática, a cultura da qualidade não será implementada e, mais uma vez, o sistema de gestão será alvo de descrédito perante o mercado consumidor.

Implemented “but not in use”

Dentre os cenários já citados anteriormente, a implementação de um sistema de gestão da qualidade que não se encontra em uso parece ser o caso “menos pior”. Em uma análise mais acurada sobre esse desvio na gestão organizacional, há que se levar em consideração alguns fatores como a forma de desenvolvimento da cultura da qualidade na empresa, o conhecimento técnico e competência do consultor, os recursos de suporte usados em um processo de implantação, etc. Em geral, sistemas implementados “só no papel” e, portanto, sem valor agregado percebido pela empresa, entram em desuso e nada contribuem para a melhoria dos resultados.

Qualyteam traz resultados

Desde 2020 a Qualyteam China oferece ao mercado chinês opções concretas de análise, avaliação e direcionamento técnico de sistemas de gestão da qualidade.

Trabalhando em alinhamento com os objetivos propostos pelo governo chinês em relação à melhoria da qualidade (Made In China 2025), a Qualyteam presta serviços de auditoria em fornecedores (Auditorias de 3a parte) e mentorias em gestão de processos para empresas chinesas que desejem atender ao mercado internacional.

Através de auditores e consultores com elevada experiência e credibilidade em gestão da qualidade, a Qualyteam orienta a melhoria na qualidade dos produtos entregues e consequente redução no índice de reclamação de seus clientes.

Empresas chinesas que desejam atender o mercado internacional e, especialmente o mercado brasileiro, contam com os serviços da Qualyteam China.

Empresas brasileiras e latino-americanas que desejam avaliar a qualidade de seus fornecedores na China, contam com os serviços da Qualyteam China.

Ivan Gonçalves é sócio-diretor da Qualyteam <https://qualyteam.com/pb/> , empresa especializada em soluções para gestão da qualidade.

 

Cadastre-se para receber as matérias também via WhatsApp

Portais de Notícias 2A+

Conteúdos exclusivos, matérias, entrevistas, artigos, eventos e muito mais todo dia, a qualquer momento, para fazer de você o seguidor melhor informado.

Jornalismo feito por Jornalistas.

Integramos os elos entre a indústria, os fornecedores, o varejo e o consumidor. A Qualidade que seleciona seguidores de Qualidade.

Os fornecedores que prestigiamos são os nossos anunciantes.

Faça network com o mercado, não disperse tempo e dinheiro, anuncie conosco. Quem tem poder de decisão está nos Portais 2A+. 

The best way to access the Brazilian life sciences industry market.

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*