quarta-feira , 22 setembro 2021
Capa » Notícias » No Dia dos Namorados, Instituto Avon ressalta a importância da informação para o reconhecimento das diferentes formas de violência contra a mulher

No Dia dos Namorados, Instituto Avon ressalta a importância da informação para o reconhecimento das diferentes formas de violência contra a mulher

Conscientização sobre o tema pode ajudar a romper ciclos de violência e incentivar a construção de redes de apoios e de relacionamentos saudáveis

São Paulo, junho de 2021 – Neste Dia dos Namorados, o Instituto Avon quer ir além do conceito romântico da data para lembrar que uma parcela da população – composta majoritariamente por mulheres – continua a vivenciar situações de violência em seus relacionamentos. Com 90% dos feminicídios cometidos por companheiros ou ex-companheiros – segundo dados divulgados em outubro de 2020 pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública – o Instituto reforça a importância da conscientização sobre o tema, uma vez que conhecer e aprender a reconhecer os sinais de violência nas relações afetivas é o primeiro passo para a quebra do ciclo de violência e para a construção de redes de apoio.

“O acesso às informações é o que faz a diferença quando falamos do enfrentamento das violências contra as mulheres e meninas. A partir do momento em que as mulheres em situação de violência passam a identificar os tipos de violência e a saber a quem procurar ou onde ir, temos aí o início da jornada de libertação. Sem contar que elas passam a falar mais sobre o assunto com os seus familiares e a construir uma rede de apoio fundamental para que consigam sair desse ciclo de violência”, explica Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon. “É essencial deixar claro que a culpa nunca é da vítima e que ela, além de recorrer à sua rede de apoio, pode ainda procurar ajuda e orientação nos canais de atendimento que oferecem assistência especializada a mulheres em situação de violência e nos órgãos públicos”, complementa.

A violência pode ocorrer de diversas formas, desde agressões físicas e abusos sexuais até violências ’silenciosas’, como as psicológicas, patrimoniais e morais. Alguns exemplos incluem calúnia, injúria, difamação, controle do dinheiro da parceira, destruição de pertences e ações como impedir a parceira de trabalhar, ocultação de bens, humilhações, insultos, perseguição, ameaças, assédio, forçar práticas sexuais ou negar direito a uso de métodos contraceptivos.

Há treze anos, o Instituto Avon atua em prol do enfrentamento da violência contra mulheres e meninas. Entre as ações está o Guia de Bolso para Relacionamentos Saudáveis, lançado em 2018 e que oferece orientações por meio de sete atitudes importantes para um relacionamento saudável:

  • Sentir-se segura e confortável perto do parceiro;
  • Encontrar no relacionamento base segura e confiável para a liberdade de escolhas;
  • O diálogo deve ser o elemento fundamental para a solução de discordâncias;
  • Ser valorizada e aceita pelo outro por ser quem é;
  • Ser uma pessoa melhor primeiramente para si mesma;
  • Ter um parceiro que incentive e vibre com as suas conquistas nas diferentes esferas da vida;
  • Relacionamento saudável é aquele que dá espaço para que outras pessoas façam parte da vida do casal, o que combina com amigos e familiares presentes.

O Guia de Bolso pode ser acessado aqui: https://institutoavon.mkt.tools/relacionamentossaudaveis#page/1.

“Relacionamentos saudáveis são aqueles em que as pessoas se sentem confortáveis, valorizadas e seguras ao lado do parceiro ou parceira, havendo liberdade de escolha para que se mantenham próximos de amigos e da família, com diálogo constante e abertura para que compartilhem o que estão sentindo”, comenta a diretora executiva.

Ajuda na palma da mão | Serviços disponíveis

“Criamos a Ângela, uma assistente virtual, em abril de 2020, em resposta ao aumento dos casos de violências doméstica durante a pandemia. O recurso está disponível para todas as mulheres do Brasil e atua como porta de entrada para o acolhimento e auxílio, com avaliação do grau de risco a que a mulher está exposta, encaminhamento a redes de apoio e orientação psicológica e jurídica”, explica Daniela Grelin.

Para pedir ajuda à Ângela não é preciso usar a voz, basta mandar um WhatsApp para (11) 94494-2415. Respaldada por protocolos internacionais de atendimento e acolhimento, a plataforma faz uso de perguntas estratégicas para identificar e avaliar o risco e a vulnerabilidade às quais a mulher está submetida.

Assim que acolhida, a mulher é direcionada a acessar recursos concretos, como:

  • Plataformas de apoio psicológico (por meio de parceiros como a Carelink e o Psicologia Viva, que utilizam como método uma terapia breve de dez questões para dar um reforço emocional à mulher nessa jornada de reconhecimento da violência);
  • Plataformas de apoio jurídico (como o escritório DeVivo Castro Advogados, que ajudam a mulher a entender seus direitos e como buscá-los);
  • Auxílios de transporte;
  • Suporte material para alimentação;
  • Abrigamento temporário.

Suporte para mulheres em situação de violência

Em abril de 2020, o Instituto Avon lançou o Programa Você Não Está Sozinha cujo objetivo é mitigar impactos do isolamento social para mulheres e meninas durante a pandemia, prestando serviços em ações coordenadas com mais de 10 instituições da iniciativa privada, da sociedade civil e setor público para apoio e atendimento a mulheres e meninas em situação de violência. O programa oferece serviços de orientação personalizada, acolhimento e serviços como auxílio psicológico – prestado pelo parceiro Mapa do Acolhimento -, orientação jurídica, redirecionamento da mulher à uma rede de apoio ou a um lugar que ela se sinta segura, por meio do auxílio transporte, e doações de cestas básicas a mulheres em situação de alta vulnerabilidade devido à violência, entre outros recursos.

No total, o programa já realizou mais de 4 mil atendimentos psicológicos para brasileiras que buscavam apoio para os diferentes tipos de violência praticadas contra elas.

Além disso, no Brasil, as mulheres contam com o serviço 180 que funciona como uma central de atendimento gratuito a mulheres, 24 horas por dia, e que fornece informações sobre o que deve ser feito, aonde ir e como denunciar uma situação de violência.

Também é possível recorrer a casas de passagem ou abrigos temporários, caso seja perigoso voltar para casa, e hospitais e unidades básicas de saúde (UBS) para exames e tratamentos.

Em casos mais urgentes, é possível entrar em contato com a polícia a partir do número 190.

Além dos canais tradicionais e órgãos públicos, a mulher em situação de violência também pode buscar ajuda acessando aplicativos de forma gratuita, como o Mete a Colher, que presta serviço e assistência social e psicológica, além de orientação jurídica, e o Juntas, através do qual é possível pedir socorro e cadastrar contatos de pessoas de confiança que podem ajudar a vítima em um momento crítico.

Também é possível pedir orientação jurídica via chat no Facebook por meio da página DeFEMde.

Para mais informações, acesse: https://institutoavon.org.br

Sobre o Instituto Avon

O Instituto Avon é uma organização não-governamental que se dedica a salvar vidas por meio de ações e iniciativas em prol da detecção precoce do câncer de mama e do enfrentamento das violências contra as mulheres e meninas no Brasil. Desde 2003, tem como missão fortalecer a saúde, a proteção e o empoderamento da mulher. Para isso, conta com a parceria de instituições da sociedade civil, do setor privado e do poder público, atuando na produção de conhecimento, articulação e desenvolvimento de projetos e no apoio de iniciativas de impacto transformador e que busquem o engajamento de todos os setores da sociedade para o avanço das causas. Como braço de investimento social da Avon, empresa privada que investiu mais de 170 milhões em ações sociais voltadas às mulheres no Brasil, o Instituto já apoiou a realização de mais de 400 projetos e ações, beneficiando mais de 5,7 milhões de mulheres em todo o País

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*