domingo , 8 dezembro 2019
Capa » Home » Indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos registra crescimento real de 1,5% entre janeiro e julho de 2019
Indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos registra crescimento real de 1,5% entre janeiro e julho de 2019

Indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos registra crescimento real de 1,5% entre janeiro e julho de 2019

Dados divulgados pela ABIHPEC mostram impactos da crise econômica no setor.

A indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos obteve alta de 1,5% entre janeiro e julho de 2019, em comparação com o resultado registrado no mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) durante a feira in-cosmetics Latin America, que ocorre em São Paulo, entre os dias 18 e 19 de setembro.

Embora o resultado referente ao faturamento em vendas tenha crescido, o volume de produção retraiu 10,9%, com um total de 1,2 mil toneladas de itens produzidos nas categorias de higiene pessoal, cosméticos, perfumaria e tissue.

De acordo com o presidente-executivo da associação, João Carlos Basilio, os resultados dos sete primeiros meses do ano seguem o mesmo patamar de 2018 e ainda refletem os inúmeros desafios que o setor vem enfrentando desde 2014, em decorrência da crise econômica do país.

“A indústria de HPPC vem reagindo com esforço contínuo de toda a cadeia de valor para superar barreiras. Ainda assim, não somos resilientes a preços e à diminuição do consumo. Hoje temos 14 milhões de pessoas desempregadas. Sem emprego, as pessoas deixam de comprar produtos que são essenciais para a prevenção de doenças e a manutenção da saúde e do bem-estar”, explicou Basilio.

Para o restante do ano as expectativas seguem positivas, com um provável estímulo das vendas gerado pelo Natal e o acesso dos consumidores a benefícios como dissídio, 13º salário e saques do FGTS. Segundo o presidente-executivo da ABIHPEC, o segundo semestre representa aproximadamente 60% das vendas do setor.

Empregabilidade e inovação

O setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos segue na contramão do que vem sendo verificado nacionalmente em termos de empregabilidade. Em 2018, foram criados 125,7 mil empregos, uma alta de 4,3% na comparação com 2017. Considerando indústria, franquias, salões de beleza e consultores de venda direta, são mais de 5,4 milhões de oportunidades geradas em 2018, 1% a mais do que em 2017.

Outro indicador de que este é um setor que inova mesmo diante dos desafios da economia brasileira, é o que se refere ao montante de produtos lançados em 2018. Segundo a Mintel, foram lançados 7.481 itens ao longo do ano, o que coloca a indústria de HPPC brasileira como a 3º mais inovadora do mundo, atrás apenas de China e EUA.

Inteligência de mercado

Os números divulgados durante a in-cosmetics, compõem a plataforma de inteligência de mercado “Painel de Dados de Mercado ABIHPEC”, que hoje já atinge uma representatividade de 80% do setor com as empresas participantes.

“Essa plataforma acompanha os movimentos da indústria e antecipa o que acontecerá no varejo. São informações estratégicas para que as empresas possam direcionar seus negócios e ações de marketing com mais assertividade”, afirma Basilio.

Sobre a ABIHPEC

A Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) é uma entidade privada sem fins lucrativos, com a finalidade de reunir e representar – em âmbito nacional e internacional – as indústrias do setor, instaladas em todo país e de todos os portes, promovendo e defendendo os seus legítimos interesses, por meio de ações e instrumentos que contribuam para o seu desenvolvimento, buscando fomentar a competitividade, a credibilidade, a ética e a evolução contínua de toda a cadeia produtiva.
Mais informações: www.abihpec.org.br

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*